Ressaca: Como sobreviver ao dia seguinte.

O Dia da Ressaca é comemorado em 28 de fevereiro no Brasil. Embora o Dia da Ressaca não seja muito conhecido, existem algumas pessoas que se reúnem para celebrá-la,  bebendo (obviamente) e falando sobre suas histórias memoráveis, isso quando lembram.

A ressaca é um conjunto de sintomas da intoxicação que acontece quando você bebe muito Danone e outras substâncias alcoólicas.

A ressaca acontece quando a pessoa consome álcool além da conta e acorda no dia seguinte sentido dor de cabeça, dor nos olhos e enjoado. Estes sintomas são provocados pela desidratação que o álcool provoca no organismo e pelo trabalho excessivo do fígado para eliminar o álcool do sangue.

O organismo tem que processar todo esse álcool e coloca sobrecarrega um monte de órgãos e o fígado é o que mais sofre. Ela gera muitas enzimas para absorver o álcool, tanto que demora a entender que o trabalho acabou e continua com muitas enzimas mesmo após o termino do serviço. Ai é a vez do garoto pedir mais álcool para trabalhar e isso que ferra tudo: o sistema nervoso também se acostumou ao ritmo do decreto e acompanha a crise de abstinência. O resultado geral é dor de cabeça, desidratação, enjôo, diarréia e extremo cansaço. Aqueles velhos sintomas que já conhecemos. Se você não tem o corpo blindado como Didico, Aloísio e tantos outros, siga nossas dicas

 

Beba água

Essa é provavelmente a melhor coisa a se fazer para evitar a ressaca. É importante manter o corpo hidratado sempre. O álcool desidrata o corpo e a cerveja, diurética, nos faz eliminar muito líquido, portanto você precisa reabastecer com frequência. O único problema é que dependendo de onde você esteja, a água pode ser tão cara quanto a cerveja, ai você acaba comprando o que, hein?

Se esse plano falhou, no outro dia beba bastante líquido. Ele facilita o trabalho do fígado e dos rins, que eliminam mais rapidamente os resíduos tóxicos do organismo. Sucos, água-de-coco e isotônicos vão repor não só a água, mas também os sais minerais e as vitaminas perdidas. O refrigerante, por ter alto nível de açúcar, também ajuda a suprir o açúcar eliminado pelo álcool.

 

Tome um analgésico

Chegou aquele momento de deitar pra dormir e ver o mundo girar. Tente se lembrar de tomar um analgésico antes de dormir, você não acordará com dor de cabeça e alguns outros sintomas da ressaca serão bem amenizados.

 

Coma doces

Como um dos efeitos do álcool é diminuir a glicose no sangue, comer um docinho vai ajudar a reestabelecer os níveis dessa substância no corpo;

 

Chá de boldo

Um dos principais benefícios do boldo é que ele ajuda a estimular o funcionamento do fígado, provocando uma eliminação do álcool no organismo. Como consequência, o mal-estar passa mais rápido. O boldo também melhora a digestão, inclusive de gorduras, o boldo é um ótimo diurético! Ele faz com que o organismo elimine mais água, gerando um efeito de “limpeza”. Esses efeitos positivos também ajudam a melhorar a azia e a gastrite.

Além disso, o gosto do boldo é amargado. Vai te fazer pensar duas vezes antes de encher a cara.

 

Continuar bebendo

Tomar mais bebida alcoólica quando se está de ressaca só atrasa a desintoxicação do corpo. Se não parar de beber não tem ressaca. Pode confiar. #dicasdedollynho

 

EXTRA: Dicas para evitar a ressaca moral:

– Não matar
– Não morrer
– Não gerar outra vida
– Não enviar mensagem para ex